domingo, 28 de dezembro de 2008

porque eu sei que eu tenho um certo problema com anos terminados em 8 e 4, mas como o ano que vem é nove, e 2+0+0+9 = 11 que é = 2 eu acredito que o ano que vem por aí vai ser um ano mais tranquilo, porque sempre dois é mais fácil, de juntar e de separar, se não vai um pra cada lado, e eu posso viver ao lado do seu lado que era meu, já dizia o menino maluquinho de ziraldo. mas esse talvez nem seja o caso, eu só sei que vou priorizar a distancia do convivio com lodo germes & bacterias, entidades espiritas e seres humanos de carne e osso que pensam antes com a a parte entre as pernas do que com o coração, eu vou evitar as ninfetas os aproveitadores, os estelionatarios, os credores, os amantes sem nenhuma fé, os gorilas de zoologico, as fanchas maníacas depressivas, as mulheres de regime constante, as lamas da beirada do rio, as frigidas, os banqueiros e os bancarios, os promoters de festa, toda a galera que pensa demais antes de agir, os psicologos, os antropólogos, os católicos e os anarquistas sem culhões.
eu vou priorizar a minha casa no campo, onde eu faço meus roques rurais, bebo e como quando quero, abro a porta pra quem quer entrar e não preciso fechar as cortinas caso a paranoia me faça acreditar em vizinhos imaginários.
(mas continuarei amando os bobos)

2 comentários:

andróide disse...

Po, massa
tem no Rio??
rsrsrrs...
Na verdade Jo quiero passar o reveillon no Rio...
Me hospeda?

andróide disse...

ano de júpiter apartir de março...
dizem ser bom...